Páginas

Alexander, ou simplesmente Chico

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Alexander Von Knoblauch, ou simplesmente Chico, transforma carcaças de motocicletas em possantes máquinas de duas rodas
É uma paixão instalada na veia e ponto final. Esta é a melhor explicação para definir o minucioso trabalho do restaurador de motocicletas Alexander Von Knoblauch Com um sotaque que não esconde a descendência germânica, Knoblauch é responsável por transformar verdadeiras carcaças em máquinas pra lá de possantes. Iniciado como passatempo, o trabalho acabou se transformando em profissão e hoje garante o sustento da casa.






Por suas mãos já passaram cerca de 40 motos antigas, entre Harleys, BMWs, NSUs e Lambretas.  A paixão começou quando criança, ao ver pai, avós, tios e outros familiares andando no veículo de duas rodas. Aos 14 anos já comprava motocicletas antigas, reformava, andava e depois vendia. Tudo escondido da mãe, que reprovava a atração pelas motos. Como se tal paixão fosse pecaminosa, buscava o refúgio em casa de familiares para restaurar os veículos.





Ajudava o pai na construção de velocímetros e, paralelamente desenvolvia o que considerava hoje a maior paixão e negociava com compradores de Curitiba, São Paulo e Florianópolis. Em meados dos anos 90, o trabalho havia ganho tamanha proporção que o restaurador ganhava os primeiros clientes.







- O pessoal começou a me descobrir e virou profissão. Quando eu era criança andava de bicicleta, mas já queria andar de moto – lembra orgulhoso. A garagem de casa precisou ser ampliada. É lá, em um aporta escondida no centro da cidade, que as motocicletas antigas viram novas. As peças são importadas da Alemanha e o resto é por conta do conhecimento pessoal, que nunca foi abastecido por cursos ou uma formação especializada. Seu trabalho foi alvo, inclusive, de elogios em idiomas estrangeiros.

- Recebi um alemão especializado em comprar motos antigas. Ele disse que sou muito detalhista. Na Alemanha, não se encontra mais restauração como aqui – comentou ele, também especialista em criar o “side car” (carro que vai ao lado da moto). Knoblauch se diz realizado. Com o filho mais velho seguindo o mesmo caminho, a partir de agora quer conquistar cada vez mais clientes e concluir a restauração de sua motocicleta NSU.
- "A moto é minha paixão, se fico sem ela eu morro. Hoje em dia, com certeza teria um museu se permanecesse com todas as que restaurei".
Fonte: Texto JSC, 19 de janeiro de 2006


Side Car para motos CUSTOM

A fabricação do Side Car é feita conforme a escolha do cliente. Vários modelos podem ser fabricados e com diferentes estilos: formas, cores, acabamentos. Todos são produzidos artesanalmente pelo próprio Alexander. A estrutura é tubular, com aço galvanizado e sofre tratamento químico para garantir a durabilidade. Após é feito o preenchimento com fiberglass (fibra de vidro) e posteriormente a pintura, também personalizada. Os acessórios e acabamentos são escolhidos pelo cliente, como faróis, para-choque, para-brisa, estofamento dentre outros.










Os pontos de fixação são fabricados para que não altere o padrão de originalidade da moto. Assim, quando for necessário sua retirada, todos os pontos podem ser retirados também.

Em motos modernas, a instalação do Side Car é feita em pontos de apoio específicos.


Esses pontos podem ser retirados, não comprometendo a originalidade da moto.

O tempo médio para fabricação de um Side Car é de 6 meses a um ano, dependendo do grau de complexidade e acessórios a serem instalados.

Alguns modelos de Side Car que podem ser produzidos:









 
 
 
by AméricaDez
by América Dez