Páginas

Os dez melhores desenhos de carros em cunha - até a década de 80

terça-feira, 30 de novembro de 2010


Os dez melhores desenhos de carros em cunha até a década de 80Quando se trata de design de carros, a cunha (com todo o respeito) é algo que admiramos. Inspirada pelo post sobre o Hurricane, um dos pioneiros dessa tendência, aqui está nossa lista com as dez propostas para cortar o vento mais influentes das décadas de 1960, 70 e 80.
O belo e frio formato foi usado por várias das melhores empresas de projetos automotivos na década de setenta, e parecia um sinal de que o futuro havia chegado oficialmente. Ainda que não fosse na prática a melhor alternativa de downforce, nem a mais confortável para os passageiros, não deixava de impressionar, e ajudou no nascimento de uma nova era do design automotivo. Empresas italianas como a ItalDesign, Bertone e Pininfarina eram a vanguarda do movimento, mas os japoneses, alemães e os EUA acompanharam a moda pouco tempo depois.

Lotus Esprit M70 1972
Lotus Esprit M70
Exibido pela primeira vez no salão do automóvel de Turim em 1972, o Lotus Esprit M70 foi projetado por Giugiaro na Italdesign e foi construído sobre um chassi do Europa alongado e alargado. Depois de críticas positivas do público, Colin Chapman resolveu produzir o Esprit. O desenho final foi completado em 1973 e manteve muitos dos detalhes do conceito. E quando a Lotus, já sob o controle da GM, decidiu construir a versão desenhada por Peter Stevens em 1987, muito do visual original foi mantido. Curiosidade: que você deveria saber se tem alguma paixão por carros: Roger Moore pilotou uma versão submersível no filme 007 – O espião que me amava.

Vector W8 1989

Vector W8Em 1989, depois de quase duas décadas de
desenvolvimento, Gerald Wiegert apresentou seu Vector W8 ao público. A ampla utilização de técnicas construtivas aeronáuticas deveriam ser os argumentos de venda do W8, mas a baixa qualidade de construção e a falta de capital derrubaram o anti-Lamborghini americano na década de 1990. Inspirado no Alfa Romeo Carabo, hoje é possível comprar uma das poucas unidades por uma mera fração dos US$ 685.000 pedidos na época.
Curiosidade: O Vector W8 apareceu brevemente no filme Sol Nascente de 1993.

BMW E25 Turbo 1972
BMW E25 Turbo 1972O BMW E25 Turbo foi construído originalmente para comemorar os jogos olímpicos de 1972 em Munique. Seria usado mais tarde como inspiração para o M1, a série 8, Z1 e o novo conceito M1. A BMW construiu o conceito Turbo como uma demonstração sobre rodas das novas tecnologias de segurança e engenharia, além de mostrar que a BMW oficialmente deixara para trás a dura década de 1960. Desenhado pelo projetista-chefe Paul Bracq, o conceito Turbo foi inspirado em alguns dos mais marcantes supercarros italianos da época e tinha um avançado sistema de radar que avisava o motorista de objetos próximos como obstáculos e carros.
Curiosidade: o Turbo tinha dois logotipos da BMW na traseira simbolizando a qualidade excepcional da BMW – um detalhe herdado pelos M1 e M1 Homenage.

Dome Zero 1978
Dome ZeroA Dome é até hoje uma fabricante de carros de competição no Japão. Em 1978, em Genebra, eles deram ao mundo o conceito Dome Zero, criado para mostrar a intenção da Dome de construir um carro de homologação para uma nova linha de carros esporte. Só que o modelo não conseguiu passar pelas entidades responsáveis no Japão. Em 1979, a Dome apresentou um Zero revisado, batizado de P2, com para-choques de acordo com as legislações em vigor nos Estados Unidos e outros equipamentos de segurança. No mesmo ano, começaram um projeto para competir em Le Mans, mas o “Zero RL” não terminou a prova. Pouco tempo depois, os investidores cortaram o capital e o Dome Zero morreu oficialmente.
Curiosidade: o Dome Zero apareceu no Gran Turismo 4 e Auto Modellista no PlayStation 2 e no jogo Sega GT do Xbox.

Lancia Stratos Zero 1970
Lancia Stratos ZeroNo salão de Turim de 1970, a Bertone mostrou um exercício de design chamado de Lancia Stratos Zero. O Stratos HF de rua teve alguma inspiração neste conceito, ainda que as semelhanças sejam poucas. O futurista Zero tinha 84 cm de altura e era tão baixo que portas convencionais não podiam ser usadas. Para entrar no carro, seus ocupantes precisavam levantar o para-brisa. Curiosidade: o Stratos Zero aparece no filme de Michael Jackson Moonwalker, de 1988.

Maserati Boomerang
Maserati BoomerangEm 1971, o Maserati Boomerang foi mostrado em esboço no salão de Turim. No ano seguinte, em Genebra, teria as formas finais exibidas. Ficou logo ao lado do Lotus Esprit M70, já que ambos foram projetados por Giugiaro na Italdesign. Com 1,07 metros, não é o carro mais baixo da lista, mas tinha um para-brisa em um ângulo de 15 graus – o mais agudo que se pode ter para manter a visibilidade, ainda que pouca. A ItalDesign usou o Boomerang como inspiração quando projetou o DMC-12 (referência mais evidente ao ver o conceito por trás) na década seguinte.
Curiosidade: projetado como um carro de exibição, o Boomerang chegou a ser registrado como um carro de rua e foi vendido em 1974 para um colecionador. Mais tarde o exemplar seria leiloado na Christie’s por um milhão de dólares.

Holden Hurricane RD001
O Holden Hurricane foi um conceito experimental australiano que... bom, melhor você ler nosso post completo a respeito dele antes.
Curiosidade: um projeto semelhante de teto foi usado tanto no Saab Aero X quanto no Batmóvel dos filmes de Tim Burton.
Ferrari PF Modulo 1970







Ferrari Modulo

Pintado de preto para o salão de Genebra de 1970 e depois repintado de branco para a apresentação oficial no salão de Turim do mesmo ano, o conceito Pininfarina-Ferrari Modulo projetado por Paulo Martin ganhou uma bela reputação e venceu inúmeros prêmios internacionais de design – 22 deles – para um carro que quase não foi produzido. O lançamento foi atrasado em quase um ano por causa de um apreensivo Sergio Pininfarina. Desenvolvido sobre a base da Ferrari 512-S, o PF Modulo e seus 93,5 cm de altura foram construídos para explorar novas técnicas de construção - e para mostrar que haviam designers visionários na tradicionalmente conservadora empresa italiana.
Curiosidade: Paulo Martin esboçava o painel de um Rolls-Royce Camargue quando lhe veio a ideia para os primeiros traços do Modulo. Pode se dizer que ele estava mais que entediado com o Rolls.

Lamborghini Countach 1971
Lamborghini CountachProjetado por Gandini na Bertone em 1971, o conceito original do Lamborghini Countach foi a versão mais pura que o público chegou a ver do carro. As portas tesoura haviam aparecido pela primeira vez no próximo carro da lista, e foram usadas principalmente devido à largura extrema do chassi, mas nós achamos que o motivo real é porque Gandini sabia que no futuro todo moleque iria querer uma igual em seu popular. O nome Countach foi derivado de um dialeto da região do Piemonte, no norte da Itália, e significa admiração e assombro. O desenho limpo do conceito foi alterado consideravelmente para a produção do LP400, que depois recebeu uma série de adereços aerodinâmicos e de segurança nos modelos seguintes.
Curiosidade: o Countach apareceu no filme Quem não corre, voa, e é um dos carros mais replicados até hoje.

Alfa Romeo Carabo 1968
Alfa Romeo CaraboO Alfa Romeo Carabo de 1968 é o carro em forma de cunha mais significativo, já que abriu caminho para muitos dos outros personagens dessa lista. Desenhado por Marcello Gandini, foi apresentado na Porte de Versailles em Paris para uma uma plateia absolutamente espantada. Você pode ver elementos visuais do Alfa em supercarros tão distintos como o Diablo, a quarta geração do Camaro e o W8. A Vector realmente se inspirou no desenho de Gandini ao duplicar muitas das formas na dianteira e no perfil para o W8. Muitos ricaços tentaram comprar o Carabo, incluindo alguns príncipes árabes, mas por sorte, a Bertone resolveu ficar com ele e agora o modelo descansa no museu da Alfa Romeo em Arese, Itália. 
Além disso, o Carabo criou as portas que no futuro seriam chamadas de Lambo Doors. Leia mais aqui. Curiosidade: o nome “Carabo” e sua cor foram derivadas de um pequeno inseto verde, Carabus Olympiae.

Por The Auto Insider.
Fonte: Jalopnik.com.br

 
 
 
by AméricaDez
by América Dez