Páginas

Mercedes-Benz testa diesel de cana em linha de ônibus no Rio de Janeiro

quarta-feira, 27 de julho de 2011

A Mercedes-Benz vai utilizar ônibus de transporte urbano para testar o uso de diesel de cana no Brasil. Em parceria com a Viação Saens Pena, do Rio de Janeiro, 30 ônibus modelo OF 1722 começam a ser abastecidos com 30% de diesel de cana e 70% diesel S50 - B5. O estudo teve início em São Paulo com utilização de 10% de diesel de cana nos veículos. O resultado foi a redução de 9% nas emissões de material particulado, sem aumento das emissões de óxido de nitrogênio (NOx).



O uso de 30% diesel de cana e 70% diesel S50 - B5 proporciona 4% de redução das emissões de material particulado e 3% das emissões de NOx. Na comparação com o Diesel S500 - B5 a redução é de 10% de material particulado e de 7% de NOx. “É um benefício que implementamos agora e que resultará na melhoria da qualidade do ar”, afirma Gilberto Leal, gerente sênior de desenvolvimento de motores da Mercedes-Benz.

O teste envolve a parceria da fabricante que desenvolveu o diesel de cana no País, Amyris Brasil, e a Fetranspor - Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro e a Petrobrás Distribuidora. "Mostramos ao mercado que o diesel de cana é a mais viável alternativa de combustível limpo para o nosso País, sem exigir alterações na motorização do veículo e contribuindo para o negócio dos operadores", afirma Ricardo Silva, vice-presidente de Ônibus América Latina da Mercedes-Benz.
Nos ensaios de comparação, todos os parâmetros de controle do motor permaneceram exatamente iguais, mesmo com a utilização de 30% de diesel de cana.

Fonte: O Mecanico

 
 
 
by AméricaDez
by América Dez