Páginas

PPG destaca vantagens da repintura automotiva à base d’água

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A multinacional PPG está divulgando no mercado brasileiro as vantagens de seu sistema de repintura automotiva à base d’água. De acordo com a empresa, o uso de tintas, vernizes, primes e polidores à base d’água já é tendência mundial tanto nas montadoras quanto nas oficinas independentes, sendo que, nos Estados Unidos, a expectativa é de que nos próximos 5 anos a maioria das oficinas terá migrado o sistema de pintura atual, com base em solvente, para o base d’água.

A linha à base d’água da PPG, chamada de Envirobase High Performance, foi lançada no Brasil em 2008 e está na terceira geração, atualmente composta por tintas para pintura lisa, metálica, perolizada e cores especiais de efeito, além de verniz e primer. De acordo com a fabricante, a linha tem 80% menos emissões de gases tóxicos do que as tintas convencionais, além de proporcionar melhor acabamento devido ao alto grau de fidelidade de cores. Acompanhando a gama de tintas, a PPG também disponibiliza a linha Pró-1 para preparo e operação da repintura. A linha inclui o polidor Pro-1, que realiza sozinho três etapas da preparação: efetua o corte, faz o polimento propriamente dito e depois dá acabamento, com a utilização de três diferentes tipos de boinas.




Outro item que a PPG está destacando é o RapidMatch X-5, um aparelho que é capaz de identificar a cor exata do carro, identificando marca, modelo e até o ano de fabricação do veículo. Depois de conectado ao computador, o aparelho indica como deve ser feita a composição da tonalidade desejada.

De acordo com a fabricante, além de todas as vantagens, a repintura à base d’água aumenta a produtividade da oficina, já que dispensa máquinas agitadoras na preparação de tonalidades, e tem aplicação e cura mais ágeis, deixando o processo 15% mais rápido do que o procedimento com solvente. "Por estes três motivos, ecológico, satisfação do cliente e rentabilidade, a PPG acredita que o mercado de reparação de automóveis irá migrar os sistemas atuais para os à base d’água, em especial a linha Envirobase High Performance e Pro-1", afirma o diretor Técnico e de Marketing da PPG Refinish, Victor Cabral.
Branco é a cor favorita em automóveis nos últimos 12 meses
A PPG divulgou também os resultados de uma pesquisa sobre as cores mais populares do mundo em automóveis. Conforme os dados apresentados, cerca de 21% dos carros ano-modelo 2011 ao redor do mundo foram fabricados na cor branca, superando o prata e preto, que empataram em segundo lugar com 20%. Especificamente na América do Sul, onde o Brasil tem enorme peso, o prata e o preto mantém a liderança, com 31% e 21% da preferência, respectivamente, com o cinza em terceiro lugar com 17,4%. O branco aparece apenas em quarto, com 16,1%, mas crescendo na preferência dos consumidores junto com o cinza, enquanto o prata e preto têm perdido terreno.

Sobre uma possível explicação para a ascensão do branco, o responsável pelo Laboratório de Desenvolvimento de Cores da PPG do Brasil, Alex morim, atenta para um detalhe: os veículos pintados nessa cor refletem muito mais a incidência dos raios solares e, consequentemente, aquecem menos. "Com isso, o uso do ar-condicionado pode ser melhor racionalizado, e isso gera economia de combustível e menor emissão de gases na atmosfera", afirma. O especialista também observa que as variações de preferência de cores no mercado ocorrem de acordo com a “saturação” dos consumidores, que se cansam da cor predominante nas ruas de tempos em tempos.


Fonte: o mecânico

 
 
 
by AméricaDez
by América Dez