Páginas

Toyota celebra 45 anos do modelo Corolla

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A Toyota está comemorando o 45º aniversário do Corolla, o carro mais vendido da história da montadora e um dos mais populares em todo o mundo. Segundo a marca, o modelo vendeu mais de 35 milhões de unidades desde sua primeira versão, que estreou em novembro de 1966, até a décima geração, lançada em 2008 e atualmente comercializada em cerca de 150 países. Aqui no Brasil, o Corolla chegou em 1994 e começou a ser fabricado em Indaiatuba/SP a partir de 1998.
  
O Corolla surgiu como uma espécie de fruto do desenvolvimento da infra-estrutura do Japão nos anos 60, visando principalmente as Olimpíadas de 1964. Com a construção de novas ruas e estradas no país, os carros ganharam importância e a Toyota aproveitou o momento para inserir o Corolla. Desde o início, a montadora visou oferecer um modelo que superasse as expectativas do consumidor em desempenho, segurança e conforto. Uma unidade fabril foi construída na cidade de Takaoka apenas para a construção do modelo e, hoje, esta planta conta com 1,1 milhão de m² e capacidade para 600 mil carros por ano.


O primeiro Corolla tinha motor 1.1l, que se destacou frente aos outros modelos do mercado japonês, que eram equipados com motores 1.0. A montadora conta que já em 1969, três anos depois do lançamento, cerca de 100 mil Corollas haviam sido exportados para diversos países, incluindo Estados Unidos e Austrália, se firmando em 1970 como o modelo mais exportado do mundo.

Uma mostra de como o modelo está intimamente ligado com o crescimento do Japão está na 2ª geração do modelo, fabricada entre 1970 e 1974. Com a inauguração da estrada de 500 km que liga Tóquio ao sul do país em 1969, a versão foi desenvolvida para percorrer toda a distância dessa rodovia sem reabastecer, resultando na escolha de um tanque de 45 litros para a versão.


Outro ponto curioso da história do modelo é a escolha de seu nome, que deveria ter a função de criar uma marca que pudesse ser representada internacionalmente. A pesquisa envolveu uma série de dicionários em inglês, italiano, francês e livros da antologia japonesa foram consultados até se chegar na palavra em latim Corolla, que significa “coroa de flores”.


Fonte: O Mecânico


 
 
 
by AméricaDez
by América Dez