Páginas

Paixão por automóveis transforma carrocerias sem uso em inovadores móveis

sexta-feira, 30 de maio de 2014

A criatividade não é uma virtude de qualquer pessoa. Os indivíduos mais criativos sempre “ditaram” a moda e o ritmo das coisas desde que o Mundo, é Mundo. Em meios a essas informações, é possível mencionar que, o que foi útil e criativo há 10 anos, hoje pode não ser fruto de beleza e satisfação, devido à constante mudança e o aperfeiçoamento dos produtos para servirem à sociedade. Qual a solução para isso? Simples: mais criatividade.
 
 
No mundo automotivo, por exemplo, veículos fabricados há 30 ou 40 anos são praticamente inutilizáveis por motoristas, com exceção de alguns proprietários cuidadosos ou colecionadores. Certamente, você agora deve estar se perguntando: Então, o que fazer com um veículo antigo que ocupa espaço e está largado em uma garagem? Simples, customize-o. Não é para colocar rodas cromadas, potentes caixas de som e restaurar o veículo inteiro. Não que essa seja uma má ideia, mas a customização aqui se refere a outra prática.
 
Como não há limites para investir, que tal fazer de um antigo automóvel uma cama? Um armário, um sofá ou uma mesa de sinuca?
A iniciativa parece estranha, mas essa foi a solução criativa encontrada pelos executivos do Hotel V8, na Alemanha, para atrair novos clientes, principalmente os apaixonados por carros.
 
 
Veículos que já não pertenciam à frota atual e que estavam fora de circulação, foram restaurados e adaptados para abrigar confortáveis camas, além de outros acessórios que são utilizados em uma residência.
Cortado ao meio, a parte do teto do veículo é praticamente descartada, daí, o porta-malas pode ser retirado e transformado em um aconchegante sofá. O capô, na maioria das vezes, é utilizado para dar algum acabamento. Se o restaurador tiver em mãos apenas o chassi e a parte dianteira do veículo, uma provável cama estará quase pronta, basta acrescentar a cabeceira do móvel e fazer os possíveis. É importantes mencionar que todo esse serviço é realizado por empresas especializadas, que garantem a segurança aos usuários.
 
 
O poder da inovação não para por aqui. Se você é apaixonado por automóvel, trabalha em um escritório e quer deixá-lo com um estilo diferente, útil e agradável, a saída é simples. Basta pegar aquela ‘velharia’ jogada no quintal e cortá-la ao meio. Da parte traseira, incremente o escritório com mais um sofá, a parte dianteira, retire o capô, adicione um vidro ou qualquer outro material rígido e pronto, seu móvel novo está feito.
 
No Hotel V8, além dos móveis serem feitos de carcaças de automóveis, os ambientes são decorados para agradar os entusiastas do mundo automotor. Existem quartos que foram decorados com camas feitas sobre veículos clássicos, e paredes que remetem a alta sociedade.
 
 
No quarto de automobilismo, por exemplo, a convencional estante saiu e, em seu lugar, um pódio de três lugares serve de suporte para os aparelhos eletrônicos, como televisão, DVD e aparelho de som.
Nas salas de espera, pequenas mesas de centro, feitas com as rodas dos veículos, estão por toda parte. Os pneus velhos também foram reaproveitadas e utilizados em forma de bancos.
 
 
Outro ponto interessante do Hotel é a cama em formato de lava rápido. Junto ao móvel, foram adicionados os escovões, tanto na cabeceira como ao redor da cama, entre outros componentes.
Mas, essa ideia não foi aproveitada somente pelo ousado empreendimento alemão. O instinto de criação também foi utilizado em prol da diversão. Ousados customizadores pegaram uma Volkswagen Kombi e a restauraram. Dela, surgiu uma bela mesa de sinuca.
 
No Brasil, existem algumas empresas que já produzem peças deste gênero, mas que na maioria das vezes, fazem uma réplica dos modelos em fibra, para não terem problemas com documentações e trâmites burocráticos. Em relação aos preços, o mercado é muito pequeno e quase exclusivo, um sofá, por exemplo, pode custar em torno de R$ 2.500,00.
 
Segundo Glauber Roberto Ortega, sócio proprietário da Tec Art Tuning, este estilo de adaptação está num momento inicial no País. “Este novo estilo de móveis feitos com peças de carros é meio que uma novidade no mercado brasileiro. Na Tec Art, nós fabricamos dois tipos de sofás automotivos: um é confeccionado com a traseira de uma Chevrolet Bel Air 1957, feito em fibra, e outro é fabricado com a frente de um Ford Mustang 1967. Também fazemos algumas mesas que são produzidas através de rodas especiais de alguns veículos”.
 
 
Ortega afirma que costuma produzir algumas peças exclusivas a pedido de alguns clientes, e que é especializado em fabricar produtos derivados de carros antigos. “Já produzi alguns itens exclusivos, como por exemplo, camas e mesas, mas sou especializado em produtos derivados de veículos antigos”.
 
Casas sobre rodas
Não é de hoje que casas e carros caminham em perfeita sintonia. Os motor homes são bons exemplos. Dos mais simples, conhecidos como trailers, aos mais sofisticados que estão presentes nas corridas de Fórmula 1. As casas adaptadas sobre rodas, em alguns casos, são bem mais equipadas do que as feitas em terra firme.
 
 
Os pequenos trailers são aconchegantes e estão prontos para qualquer viajem. Já os luxuosos motor homes, são verdadeiras ‘mansões ambulantes’, uma vez que contam com belos quartos, salas equipadas com artigos de áudio e vídeo de última geração, além de escritórios e  outros itens.
Os pequenos trailers podem custar de R$ 70 mil a R$ 200 mil dependo, da configuração. Já os luxuosos motor homes, muito utilizados por artistas brasileiros, custam de R$ 400 mil e podem ultrapassar a marca de R$ 1 milhão.
Enfim, para aqueles que querem aliar casa e carro em um único espaço, opções não faltam.

 *fonte: Revista USAC News

 

 
 
 
by AméricaDez
by América Dez